terça-feira, janeiro 10, 2017

Uma página ao sabor de POUCO

Os Estados Unidos da América estão a dias de virar uma página política.
O legado de Obama, por ser um grande homem da comunicação, com um novo estilo de liderança político e por ter se afirmado como homem de e para as minorias, sabe a pouco.
Apesar da grande admiração que tenho por este político que surpreende pelo imprevisto e pelos discursos galvanizadores, tenho de assumir que esperava mais.
A liderança de Obama não criou grandes clivagens na cena política mundial, mas não foi suficientemente forte para catapultar a concertação dos conflitos, para apaziguar as ondas terroristas e para dar a volta à crise financeira que assolou o Mundo.
Esperava mais, mas fico com muitas saudades. Saudades de sentir que mais do que o tacticismo, que é vulgar na política, esteve perante os homens, a América e o Mundo, um líder genuíno. Um líder que mais do que cumprir os protocolos não deixou de ser quem é para exercer as mais altas funções de Presidente dos Estados Unidos da América.
Pela sua idade e potencial não será um Adeus à intervenção pública e política mas será um até sempre.

Dentro de dias viveremos um novo ciclo, um ciclo que insisto em reforçar que ocorre por protesto ao situacionismo, ao sistema, ao politicamente correto e à falta de soluções advindas do conformismo de uma ordem mundial. Um novo tempo. Esperemos que acima de tudo não se perca o humanismo, a ética e que os interesses coletivos estejam bem acima de outros quaisquer interesses.

segunda-feira, janeiro 09, 2017

RONALDO "THE BEST"

Um Madeirense nos píncaros do Mundo, seu nome é já uma "nação" e a nação está alegre e orgulhosa: 
CRISTIANO RONALDO, THE BEST! 
"Coisa Linda"
Melhor Ainda é ouvir o grito da boca de um "gorgulho" de 3 anos, sem saber bem do que se tratava: "Ronaldo, Ronaldo, Ronaldo"! Absolutamente orgulhoso 😊