domingo, junho 05, 2016

Fazer melhor

A força humana por mais frágil que seja é aquela que tem a capacidade de tudo transformar.
A força humana por mais dura que seja é aquela que maior destreza tem para fazer tréguas. 
A força humana por mais intransigente que seja é aquela que maior capacidade tem para na hora da intransigência ceder por um bem maior. 
Tudo anda à volta da capacidade do homem transformar e fazer melhor. 
O mundo anda à volta do Homem que quando cedento de facilidade apea o caminho que melhor lhe convém, até mesmo quando se destrói. 
Nem sempre a facilidade implica destruir, até porque muita da evolução implica criar mecanismos que tornem o dia a dia mais ligeiro, mais calmo, mais-que-perfeito. 
Essa perfeição que a todos deve fazer correr.
Essa mesma perfeição e facilidade que nem sempre conduzem ao ideal ou à felicidade que tanto se vaticina procurar.
Essa perfeição que por vezes arrisca caminhos tenebrosos. 
É uma questão de escolha, por vezes direta ou por vezes indireta, mas que temos de ter a capacidade  de encaixar ou então sair da caixa, porque há sempre um caminho que, por mais condicionantes que possa ter, caberá a cada um trilhar. 
Numa sociedade onde a informação muda a cada instante, e o que é agora já não é daqui a pouco, cabe a cada um ser agente da transformação e cumprir, a cada tempo, a sua parte.  
Quando somos chamados a agir dizemos presente?
Quando agimos é porque somos chamados?
Agir, cumprir, transformar, arriscar são palavras de ordem que fazem parte da nossa missão no mundo, para mudar e transformar tudo o que tem de ser mudado e transformado. O mundo lá fora espera por mim, espera por ti! 

Sem comentários: