quarta-feira, junho 20, 2007

“ ESTE É O FIM DO ÚLTIMO DISCURSO DE TOMADA DE POSSE COMO PRESIDENTE DO GOVERNO REGIONAL DA MADEIRA”


Emocionante... assistir ao último discurso da tomada de posse de um homem que marcou e continua a marcar a história da Madeira.

Foi com estas palavras que o Dr. Alberto João Jardim encerrou o discurso de tomada de posse do X Governo da Região Autónoma da Madeira.

Alberto João Jardim inicia assim ao que tudo indica, o último mandato como Presidente do Governo Regional da Madeira.

Na sua prelecção, o Presidente do Governo Regional da Madeira revelou que continuará a ser inflexível na salvaguarda dos interesses e direitos dos madeirenses.

A palavra de ordem é “TRABALHO”. O Presidente do Governo promete trabalho, promete acima de tudo dedicação, como sempre tem feito num percurso político invejável e em prol da Madeira e dos Madeirenses.

Resta-nos esperar por mais um mandato que terá o “primado da pessoa humana”, ou melhor o primado por todo e qualquer madeirense. A visão global e individualizada caracterizada dos governos que Alberto João tem liderado fez com que a Madeira se desenvolvesse de norte a sul e que o desenvolvimento e progresso chegasse a todos os madeirenses, independentemente sendo originários de zonas urbanas ou rurais.

Um hino à Madeira “PELOS DIREITOS DOS MADEIRENSES” foi proferido pelo ilustre Presidente do Governo Regional da Madeira a 19 de Junho de 2007.

quinta-feira, junho 07, 2007

COM QUE LATA!

Mais uma vez a Freguesia da Ilha é badalada nos meios de comunicação social e é “pincelado” todo o trabalho que se tem feito nesta localidade.

Para além de ser um alvo de algumas pessoas que NUNCA demonstraram o seu trabalho em prol da comunidade, as opiniões dessas pessoas veiculam como se fossem verdadeiras doutrinas.

Na verdade muitas pessoas gostariam que a Freguesia da Ilha fosse “muito mais isolada”. Também não é menos verdade que “as dores de cotovelo” existem, e a única forma de tentar desmotivar é “barafustar” e proferir falsas declarações.

Refiro-me ao artigo publicado no TRIBUNA DA MADEIRA, que hoje veio ao público. Considero ser um desvio das atenções à VI Exposição Regional do Limão que se realiza nestes dias.

Aos interlocutores, na verdade enquanto uns se esforçam para promover e desenvolver as localidades, outros preferem proferir declarações “mentirosas” e que menosprezam o trabalho de pessoas e acima de tudo de pessoas voluntárias. A esses pediria mais atenção ao trabalho desenvolvido e acima de tudo bom senso.

Por vezes o que não gostamos é difícil de ver e aceitar… mas dessa forma, e no que me diz respeito, ganho motivação, empenho e vontade de continuar a fazer mais e melhor pela minha Freguesia e pelas suas pessoas. Falo do que conheço e luto por mais e melhor, enquanto outro se encantam no “bota a baixo” e falam do que não conhecem.


Até sempre! Continuarei a corresponder com o meu trabalho VOLUNTÁRIO. As pessoas merecem e eu sou testemunho do seu agrado e também pela vontade que têm em querer mais e melhor.

António Trindade