sexta-feira, setembro 09, 2005

Eleições Autárquicas - A Campanha da Mentira

A Pré- Campanha eleitoral já começou. Os partidos reúnem todas as suas comitivas e "arregaçam as mangas" para fazer face às eleições mais personalizadas que existem no nosso país- AS ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS.
A campanha eleitoral deve ser acima de tudo a apresentação de um projecto e de um programa para os próximos quatro anos de mandato. O que se tem vindo a assistir por um partido da oposição da Madeira é simplesmente a campanha "de lavar roupa", ou seja em vez de se apresentar um projecto faz-se política suja e do deita a baixo.
Como cidadão minimamente informado custa-me ouvir os "disparates" que são proferidos por esses senhores, mas mais do que disparates, espelham o desrespeito pelas instituições e pelas pessoas que trabalham incessantemente e muitas vezes de uma forma voluntária para o bem comum e para o desenvolvimento das localidades.
Os alvos deste partido são falhados. Apontam para muitos conhecidos e anónimos que esforçam-se no dia a dia junto das populações. Estes senhores são terríveis e desrespeitam o trabalho, o amor às instituições e a vontade em promover inciativas e projectos que as pedras vivas das localidades apresentam no dia a dia.
DESCULPEM MAS UM CIDADÃO QUE TEM O MÍNIMO DE SENSO COMUM NÃO PODE SE REVER NESTAS PESSOAS.
Estas "figuras" apresentam-se ao eleitorado como salvadores da pátria, no qual na história das suas próprias vidas não existem registos de participação cívica junto das populações.
Infelizmente existem partidos políticos que desesperados pela falta de qualidade dos seus quadros e dos seus militantes, confiam nestas pessoas sem princípios, sem ética para encabeçar concelhos e freguesias da nossa terra. Estes frustrados assumem o protagonismo, os "bull dogs" que são “atiçados” permanentemente para fazer uma "campanha suja" desrespeitando pessoas, princípios e valores.
COMO PODEMOS CONFIAR NESSAS PESSOAS se apenas aparecem em período de eleições prometendo “deus na terra” e que após os resultados eleitorais ( que é sempre previsível), desaparecem e escondem-se.
Quem tem vontade deve manifestar a vontade em colaborar ao longo do tempo, porque se calhar é aí que se apreende o valor, o esforço e a entrega de muitos que trabalham durante anos por mais justiça e mais igualdade.
QUE PENA PESSOAS APELIDADAS DE “POLÍTICOS”, NÃO FAÇAM POLÍTICA COM VONTADE DE CONTRIBUIR PARA ENCONTRAR MECANISMOS QUE POSSA GARANTIR UMA MELHORIA DE VIDA DOS CIDADÃOS. FAZEM POLÍTICA POR VINGANÇA E PARA DESTRUIR. Agora o que a obra concretizada não conseguem apagar.....

Infelizmente esta é a nossa oposição..... tenho vergonha....!